Drawn threads / Bainha aberta (4) – Parte I

Aviso: não estou em casa. Os dois artigos anteriores estavam já escritos para entrarem. Trouxe uma “pen” com imagens para fazer este artigo. Está a ser difícil escrevê-lo num computador diferente e faltam-me imagens recentes. Ainda esta semana sairá a Parte II deste artigo, já escrito em casa, espero – “desculpem qualquer coisinha”!
Warning: i’m not at home. The previous two posts were already written for publishing. I brought a pen with pictures to make this post. It has been difficult doing it in a different computer and some recent pictures are missing. Still this week I’ll publish the Part II of this post, written at home I hope – be patient with me, please! 

Se quiser seguir esta série ler os artigos anteriores: Escolher e preparar o linho,  Marcar cantos e tirar fios e Fazer os cantos
If you want to follow this series check out the previous posts: Choosing and preparing the linenMarking the corners and pulling threads and Making mitered corners

 Hoje é o dia do ponto ajour simples
 Ajour stitch / Single hem stitch today

Eu faço o ponto ajour do avesso, da esquerda para a direita e como é uma bainha estreita não uso bastidor;
I do single hem stitch on the back side and from left to right; as it is a narrow hem I’m not using a hoop; 

Como temos a dobra da bainha podemos iniciar como se mostra na foto, dentro da dobra (estou a usar DMC 25 vermelha para contrastar melhor)
As we have the folded linen we can begin as shown on the picture, inside the fold (i’m using DMC 25 in red for showing better)

- apanhar três fios – eu viro a agulha ao contrário, para evitar picar os fios; há quem faça tudo (até bordados de todos os tipos) com uma pequena agulha sem bico;
– passar a agulha, da direita para a esquerda, por baixo de três fios, formando o primeiro grupo de fios;

- take up three threads at a time – i turn over the needle, in order to avoid pricking some thread; you can use a tapestry needle – i know who does everything (even embroidery of all kinds) with a little tapestry needle;
– pass the needle, from right to left, under three threads, making the first cluster; 

puxar o fio para a esquerda, à volta dos três fios;
pull the thread to left around the cluster;

picar os dois lados do linho (com a linha por cima da agulha) para segurar a bainha; (desculpem a falta de nitidez de algumas imagens)
- carry the needle on pricking the two sides of the linen (with the thread over the needle) to fix the hem;
(sorry the bad quality of some pictures)

puxar a linha no sentido da seta – este gesto é importante para ajustar o ponto à bainha, principalmente em bainhas abertas mais largas e que têm que ser feitas em bastidor, mas façam este gesto como uma rotina;
pull on direction shown by the arrow – this  gesture/motion (?) is important to adjust the stitch to the hem, mainly on larger drawn threads which must be done with hoop or frame, but you must do this motion as a routine;

e continuem, sempre igual – é relaxante; se a linha acabar este é o remate que se faz aqui;
and go on and on the same way – is relaxing; if thread ends you do as shown at the picture only here

e o lado direito;
the front side;

This is the ajour stitch /single hem stitch. Still I want to point out some little details.
Este é o ponto ajour. Mas ainda quero chamar a atenção para pequenos pormenores.

estando a trabalhar do avesso, tento sempre apanhar um só fio do lado direito e dois da da dobra da bainha – conseguem ver?
being working on the back side of the work I always try taking up only one thread from the front side and two from the folded back side – can you see?

quando estamos perto do canto contar os fios (grupos de três) que restam, no sentido da seta; porquê? teriamos muita sorte se todos os fios estivessem certinhos  e no canto tivessemos os três fios para fazer o último grupo (pode acontecer…); vamos contar de três em três (neste caso), do canto até onde estamos; se sobram 5 fios vamos ter que fazer dois grupos de 4, recomendo que não sejam juntos, se sobram 4 é só um grupo de 4 – não se vai notar nada no final; se fizermos tudo no canto poderá notar-se mais, até porque é um sitio para onde se olha mais…

when we are near the corner count the threads (three at a time) in the direction of the arrow? Why? we would be very lucky if all were right at last cluster in the corner (it happens sometimes…); so we must count three by three threads (on this case) from the corner to where we are; at last if we have 5 threads it means you have to do two clusters with 4 threads, I suggest doing them spaced, if we have 4 threads we’ll do only one cluster with 4 threads; if we do all together just in the corner it could be noticed more, being the corners where our eyes fall more…

esta é uma imagem antiga – mas aproveitei-a para mostrar o que acabei de dizer: na bainha vertical tenho grupos de 3 e um de 4, para dar certo no canto; claro que o grupo de 4 deveria estar mais afastado do canto… (não liguem à linha the baixo, a vermelho…)

this is an old picture but it shows you what I meant before: on the vertical hem I’ve done clusters with 3 threads and one with 4 threads and all is fixed for the corner; of course the cluster of 4 must be done much far from the corner… (don’t mind the red row on the bottom…)

numa bainha aberta pequena, dois ou quatro fios tirados, o ponto ajour só de um lado é suficiente; como nesta bainha tiramos oito fios, vamos fazer ajour dos dois lados, ajour duplo – sempre do avesso.
in a narrow hem, two or four threads drawn, single hem stitch is enough, here we’ve drawn eight threads, so we’ll do hem stitch both sides, always on back side, called Ladder stitch hem.

the start;
o começo;

completar a bainha, virando o trabalho e repetir o mesmo ponto ajour, apanhando os mesmos grupos de fios anteriormente feitos – no princípio  a agulha tem que apanhar a linha de bordar + um fio de linho (por favor não olhem para aquele canto :( )

complete the hem, turning the work, repeating the same hem stitch taking up the same clusters of threads you’ve taken before –  at first you have to carry the needle on  the embroidery thread + one line thread (please don’t look at that corner :( )

and here we go – this side much easier;
e aqui vamos nós – este lado é muito mais fácil;

só um fio de linho apanhado
just one linen thread being held

sem nunca esquecer o movimento para baixo;
never forgetting the gesture towards down;

e aqui temos uma bainha ajour dupla – as imagens mostram todas as imperfeições… usar   uma lente de aumento teria sido muito, muito útil.

and here we have a Ladder stitch hem – the photos shows all the wrong things… using a magnifier would be very very usefull.

note: for some English terms i’ve used ENCYCLOPEDIA OF NEEDLEWORK (1884) –  by Thérèse Dillmont

Have a great week. I’ll come back again this week with Part II, I hope.
Tenham uma boa semana. Voltarei ainda esta semana para a Parte II, espero. 

About these ads

7 thoughts on “Drawn threads / Bainha aberta (4) – Parte I

  1. Hello Meri, It’s a good idea to use colour thread just to show better. Is this the part you mentioned we can use sewing thread to stitch? Can’t wait to start! :-))) Thanks! judy

  2. Pingback: CraftCrave | Blog | Textual List: Tuesday, 17 Jul 2012

  3. Pingback: CraftCrave | Blog | Free Handcraft Items or Tutorials (large): Tuesday, 17 Jul 2012

  4. Pingback: Drawn threads / Bainha aberta – (4) Parte II | agulhas da Méri®

  5. Pingback: At last: the corners! Finalmente os cantos! | agulhas da Méri®

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s