natural silk vs vegetal fiber| seda natural vs fibra vegetal(4)

Aviso: por favor, sempre que me refiro a seda vegetal leiam fibra vegetal 
Warning: Please whenever I refer to vegetal silk read vegetal fiber

sabra-silks-from-morocco from   http://www.sugarandspice.es/ click on the photo

procurando por sabra silk, encontrei este artigo de onde se conclui ser uma fibra vegetal essencialmente usada para ser tecida – o processo do seu fabrico é muito semelhante à do fabrico do linho – Marrocos é o país mais mencionado neste artigo, mas há também referência a uma planta idêntica no México –  procurando por cactus ou agave silk  encontram-se quase as mesmas ligações
looking for sabra silk, I found this article where it concludes to be a vegetable fiber essentially used to be woven – the process of its manufacture is very similar to the manufacture of flax – Morocco is the most mentioned country in this article, but there is also a reference to an identical plant in Mexico – looking for cactus or agave silk we find actually the same connections
se se procurar por silk cotton vamos ter à Índia e à relação com os termos , kapok e sumaúma
if we look for silk cotton we are taken to India and with the terms, kapok and sumauma

Ceiba pentandra parece ser a mesma fibra mas leva-nos para a América Central, América do Sul e oeste de África e volta à kapot tree, sumaúma, parece “uma pescadinha de rabo na boca” e sempre aparece relacionada com a tecelagem e não com o bordado – acho que nada concluí sobre as sedas vegetais que tenho, algumas de marcas portuguesas que já não existem e desapareceram do mapa de pesquisas que fiz
Ceiba pentandra seems to be the same fiber but it takes us to Central America, South America and West Africa and back to the kapot tree, it seems an endless roundabout and always appears related to weaving and not embroidering – I end knowing nothing about the vegetal silks I have, some of the Portuguese brands that no longer exist and have disappeared from the research map I made!
entre todos os livros que tenho, só encontrei uma única referência à seda vegetal no livro O Bordado de Castelo Branco de Margarida Ivo Costa, que transcrevo:
” O etnólogo Luís Chaves, tal como já em 1940 protestara contra a utilização da seda vegetal, condena a introdução de motivos heráldicos…” (pág.18)
among all the books I have, I only found a single reference to vegetal silk in the book The Embroidery of Castelo Branco by Margarida Ivo Costa, which I quote:
“The ethnologist Luís Chaves, as he had already protested against the use of vegetal silk in 1940, condemns the introduction of heraldic motifs …” (p.18)

se quiserem seguir esta série:
if you want follow previous posts on the subject:
natural silk vs vegetal silk | seda natural vs seda vegetal (1) 
natural silk vs vegetal silk | seda natural vs seda vegetal (2)
natural silk vs vegetal silk | seda natural vs seda vegetal (3)

natural silk vs vegetal fiber| seda natural vs fibra vegetal (3)

Aviso: por favor, sempre que me refiro a seda vegetal leiam fibra vegetal 
Warning: Please whenever I refer to vegetal silk read vegetal fiber

individual silks 1

continuo a referir-me às sedas vegetais, na foto ficou aquela seda para bordar porque a forma de a comercializar é a mesma destes exemplares antigos da seda vegetal – conjuntos de fios que se separam e vendiam em conjunto ou individualmente conforme a disponibilidade de recursos da bordadeira
I continue to refer to the vegetal silks, in the photo was that silk to embroider because the way to market it is the same as these ancient itens of vegetal silk – sets of threads can be separate and sell together or individually according to the availability of money of the embroiderer

individual silks 2

as pontas de cada seda são atadas com um nó e têm cerca de 3m

individual silks 3

seda individual com um suave torcido

individual silks 4

aquela parte escura é devido à cola que junta o conjunto das sedas e que se vão retirando, uma a uma.

seda artificial Radio

muito diferente desta apresentação em meada, no entanto a seda é muito idêntica  com um suave torcido
very different from this presentation in skeins, however the silk is very similar with a soft twist.

 

amostras de pontos
stitches sampler

a única vez que experimentei as sedas vegetais foi nesta amostra de pontos
the only time I tried the vegetable silks was on this stitch sample long, long ago
até breve    see you soon

 

natural silk vs vegetal fiber| seda natural vs fibra vegetal(2)

Aviso: por favor, sempre que me refiro a seda vegetal leiam fibra vegetal 
Warning: Please whenever I refer to vegetal silk read vegetal fiber

Seda artificial Venus – AMC

por seda vegetal encontrei bastantes artigos, a maior parte em inglês; por seda artificial, nem vos digo o que encontrei pois nada tem a ver com o tema; só pesquisei porque tenho muitas meadas antigas que têm no rótulo, em português essa designação – vou, por isso esquecer a seda artificial.
by vegetal silk found plenty of articles, mostly in English; by artificial silk, don’t dare to tell you what I found, because it has nothing to do with the subject; just researched because I have many old skeins that have that designation on the label, in Portuguese  – so w’ll forget the artificial silk

seda artificial Radium

seda artificial Radio

Pesquisei estas marcas mas o Sr. Google levou-me para caminhos absolutamente incríveis e alguns mesmo duvidosos
o único artigo que encontrei em português é do Brasil:  Seda no chão  é um texto curto
I researched these brands but Mr. Google took me to absolutely incredible ways and some even dubious the only article I found in Portuguese is from Brazil: Silk on the floor is a short text

seda vegetal – M.S.S.J.r

por seda vegetal, em português também há pouco, vai sempre dar a seda natural e papel vegetal! Aqui encontra-se o Raiom, designada por seda artificial, fibra de celulose, que aparece nas primeiras décadas do sec.XX.
em inglês há muita mais informação, que me levou à Kapok tree  e fiquei a saber que esta árvore  é uma árvore tropical de origem oriental, cujas sementes são  também designadas por silk cotton  Kapok é traduzido no google por sumaúma o que confere com a imagem encontrada no Google
in English there is much more information that led me to  Kapok tree and I learned that is a tropical tree of oriental origin, whose seeds are also called silk cotton
Kapok is translated into Portuguese as sumaúma which confers with the image found on Google

Kapok tree
sumaúma

acho extraordinário não ter encontrado nada em português nem sobre as marcas antigas; fiquei sem saber qual a origem das sedas vegetais antigas que tenho por cá
I find  extraordinary that I found nothing in Portuguese or about the old marks; I know nothing at all the origin of the old vegetable silks that I have here
haverá alguém por aí que tenha mais informação?
Is there anyone out there who has more information?

also search by vegetable Silk also known as Sabra, Cactus or Agave Silk
Bombay ceiba, Ceiba pentandra, ceiba tree, God tree, silk-cotton tree, white silk-cotton tree – I’ve found all this related with vegetable silk.
(continua)
(to be continued)

 

natural silk vs vegetal fiber| seda natural vs fibra vegetal (1)

Aviso: por favor, sempre que me refiro a seda vegetal leiam fibra vegetal 
Warning: Please whenever I refer to vegetal silk read vegetal fiber

ontem tirei e editei as fotos das sedas artificiais e fibras vegetais antigas que tenho, à noite andei a pesquisar
yesterday I made and edited pictures of the old silks and vegetal fiber silks I have, in the evening went on researching

 

This slideshow requires JavaScript.

aqui estão o que penso serem as sedas naturais antigas que tenho, faltam aqui as sedas atuais
here what I think are the old natural silks I have (the modern silks are still missing )

 

This slideshow requires JavaScript.

hoje de manhã mais fotos e pesquisa, meti-me em trabalhos!
today morning more photos and research, hard but voluntary work!

enquanto investigo | while i research

sobre seda vegetal vs seda natural, vou fazendo outras coisas, aliás o meu mal é querer fazer muitas coisas ao mesmo tempo (p.ex escrever no blogue)
on vegetal silk vs natural silk, I’m doing other things, by the way my evil is wanting to do many things at the same time (eg write on the blog)

necklace @Yoladesign

até breve, espero
see you soon, i hope

fim de semana feliz | happy weekend

This slideshow requires JavaScript.

encontro na Vista Alegre, seguimos para Aveiro para passear e ficamos hospedados no Hotel das Salinas que recomendo, domingo de manhã mais passeio por Aveiro – a cidade está linda, linda! – e fomos almoçar a Ílhavo que é um encanto – netas, filhas, filhos e avós felizes!  só não houve tempo para visitar a Oficina da Formiga, desta vez.
meeting in Vista Alegre, then we went to Aveiro to walk around and we stayed at the Hotel das Salinas that I recommend, Sunday morning more walk around Aveiro – the city is beautiful, beautiful! – and we went to lunch to Ílhavo that is a charm – happy granddaughters, daughters, sons and grandparents!  just no time to visit Oficina da Formiga ( blog) this time.

desafios | challenges

estes novos desafios são comigo mesmo
fiz no  instagram uma descoberta sensacional, aqui mesmo no Porto, que não encontrei quando, há meses, procurei trabalhos de crochet com arame:
Patrícia Franco  vão lá ver o trabalho maravilhoso que faz, andava desejosa de saber o que era o fingerknitting – vão lá espreitar o que a Patrícia faz, o que ensina e os materiais que disponibiliza, que não se arrependem – vejam as oficinas já para 2018
já me inscrevi na de Março, em Braga, na Casa do Professor.
these new challenges are to myself
in Instagram I did a sensational discovery, right here in Porto not found when, months ago, I tried wire crochet work:
Patrícia Franco go there to see the wonderful work she does, I was anxious to know what fingerknitting was – go there peek at what Patricia does, she teaches and the materials she has available, it’s worth it – look for 2018 workshops (I’m in in the March one in Braga)

apresentação impecável     – flawless presentation

the essential for knitting with fingers

ansiosa por aprender esta técnica  | eager to learn finger knitting

o segundo desafio é o crewel embroidery
já no ano passado, comprei, seguindo uma dica da Mary Corbet (sempre ela!), um kit da Phippa Turnbull da The Crewel Work Company
comprei este ( a compra dá acesso a vários videos tutoriais de pontos)
the second challenge is the crewel embroidery
last year, following a tip from Mary Corbet (always her!), I bought a kit from Phillippa Turnbull from The Crewel Work Company
I bought this kit (the order gives access to several video tutorials stitches)

The Elizabethan Oakapple Tree

naquela altura este kit vinha a Jacobean Sampler.
encomendei e houve uma confusão com o endereço e todo o serviço e contacto com a empresa foi impecável e fiquei muito grata e agradada com toda a preocupação com a chegada da encomenda,
verifico que o crewel stem não é o mesmo que o stem stitch é o que a Mary Corbet  chama outline stitch, comecei pela Jacobean Sampler e estou mesmo a gostar
at that time the kit came with Jacobean Sampler.
I ordered and there was a confusion with my address and all the service and contact with the company was flawless and I was very grateful and pleased with all the concern with the arrival of the order,
I notice that the crewel stem is not the same as the stem stitch – is what Mary Corbet calls outline stitch, I started with the Jacobean Sampler and I’m really loving it

The Crewel Work Company

Jacobean Sampler

Tenham um bom fim de semana
Have a happy weekend

Instagram!

Pois é, já lá estou, mas não sei se por muito tempo… Confesso que não gosto nada de telefones, também resisti ao telemóvel por muito tempo. Tirar fotos então é uma desgraça! Ora para o instagram é preciso dominar bem este “bicho”.
Mas meti-me com jovens, a saber Yoola.designs, Ana e ritacor, em desafios que têm o instagram como meio de partilha, mas fica tudo misturado e uma trabalheira publicar e escrever através do telemóvel (só o usava para telefonemas inadiáveis e sobretudo mensagens) Enfim lá estou, para já, mas não vou largar o blogue de certeza.
já lá publiquei o que até agora fiz em fio metálico #yooladesign o que fiz para o clube de bordado da Ana #airembroideryclub e que já mostrei por aqui.
também já publiquei o desafio da ritacor #365blockproject que hoje publico aqui, mas que está muito atrasado

caos

4 blocos

more scraps made

regra 1 – só usar sobras/restos de tecidos    | only use fabric scraps
regra 2 – usar um resto do bloco anterior      | use a scrap from former block

Well I’m already there, but I do not know if for a long time … I confess that I don’t like cell phones at all and resisted it for a long time. Taking pictures then is a disgrace! Actually working with instagram is necessary to master this “bug” well.
But I got involved with young people, namely Yoola.designs, Ana and ritacor, in challenges that have instagram as the social sharing. Everything is mixed and it is a struggle to publish and write through the cell phone (I only use it for urgent calls and mainly messages) Anyway there I am, for now, but I will not drop off the blog for sure.
I’ve already published there what I have done so far in wire  #yooladesign what I did for Ana’s embroidery club #airembroideryclub and I have already shown here.
I have also published the challenge of ritacor # 365blockproject that I publish here today, but still is beginning…

Até ver            See you soon